De volta
Aos 33 anos, Ralf volta para deixar time do Corinthians mais ‘cascudo’
Volante, que estava sem clube desde a saída do Beijing Guoan, da China, será o ‘cão bravo’ da equipe de Carille
Fábio Motta / Estadão
Ralf, volante do Corinthians

Em 2018, o técnico Fabio Carille quer um time mais experiente – ou mais cascudo, como se diz na gíria –, mais alto e mais forte nas bolas aéreas, principalmente na defesa. Em linhas gerais, essas foram as razões que fizeram o clube promover o retorno do volante Ralf, 33 anos, contratação confirmada pelo Corinthians nesta terça-feira, pelas redes sociais. É o primeiro reforço desde que Andrés Sanchez foi eleito presidente.

Velho conhecido da torcida corintiana, Ralf já tem mais de 350 jogos pelo clube, entre 2010 e 2015, com oito gols e seis títulos, entre eles uma Libertadores e um Mundial.