quinta,
Marca
Trilhas Potiguares registra recorde de participação para 2017
Equipes que vão atuar nos municípios realizando visitas de demanda e passando por capacitações e treinamentos para atuar nas comunidades
UFRN
Reunião do projeto Trilhas Potiguares

A Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN) assinou na manhã desta sexta-feira, 31, o convênio com os prefeitos das 26 cidades que vão participar da edição 2017 do Programa Trilhas Potiguares. O número é recorde nas mais de duas décadas de Trilhas e mais do que duplica em relação ao ano passado, quando 10 municípios participaram. Agora nos próximos três meses, as equipes que vão atuar nos municípios realizando visitas de demanda e passando por capacitações e treinamentos para atuar nas comunidades. A programação prevê que as intervenções ocorram no mês de agosto.

“Celebramos esse número significativo, maior da nossa história, com a mesma ênfase que afirmamos que o Trilhas é uma das melhores oportunidades de mostrar que nós existimos para a sociedade e para que o conhecimento que geramos não fique apenas em papel”, falou a reitora da UFRN, Ângela Maria Paiva Cruz, durante a solenidade de assinatura das parcerias.

O coordenador do Trilhas e também pró-reitor adjunto de Extensão, Breno Cabral, ratificou o raciocínio da gestora ao colocar que uma das características principais das ações do projeto é serem construídas baseadas nas demandas do município. Para ele, a quantidade de prefeituras envolvidas neste ano demonstra que a sociedade potiguar também enxerga desta forma.

O Trilhas Potiguares consiste em um Programa de Extensão com efetiva interação entre a Universidade e a comunidade de pequenos municípios do Rio Grande do Norte, com até 15 mil habitantes. O projeto faz parte dos programas estruturantes do Plano de Desenvolvimento Institucional (PDI) da UFRN, no que concerne à extensão universitária, e possui especial destaque em virtude do seu histórico de 21 anos de atuação junto às parcelas mais carentes da população do Rio Grande do Norte.

Dentre seus objetivos propostos, estão realizar projetos específicos para os municípios atendidos e concretizar a execução de ações que contribuam para o desenvolvimento sustentável das comunidades, com a realização de estudos prévios que identifiquem a realidade social, econômica, cultural e ambiental dos municípios. As ações, contidas nos diferentes enfoques temáticos, materializam-se através de projetos específicos, de forma que estimulem a organização social e proporcionem educação ambiental, educação em saúde, possibilitem a inovação tecnológica, geração de renda e melhoria da qualidade de vida da população.

As cidades beneficiadas na edição 2017 do Programa Trilhas Potiguares são Bento Fernandes, Caiçara do Norte, Carnaúba dos Dantas, Espírito Santo, Ipueira, Jaçanã, Jardim de Angicos, Jardim do Seridó, José da Penha, Lagoa de Pedras, Lagoa Nova, Parazinho, Patu, Pedra Grande, Pedro Avelino, Pedro Velho, Pureza, Rio do Fogo, Santana do Seridó, São Rafael, São Tomé, Serrinha dos Pintos, Venha Ver, Vera Cruz, Viçosa, Vila Flor.