segunda,
Publicidade
x fechar anúncio
Educação
Processo de alfabetização envolve estímulo à criatividade e colaboração da família
É preciso compreender que alfabetização e letramento são coisas diferentes, no entanto, ambas se complementam e não existe a 'idade ideal' para que a criança domine a leitura e a escrita
Divulgação
Criança estudando

Aprender a ler e escrever não é um processo completamente simples. Há fatores que interferem diretamente nesse contexto, como o tempo de compreensão de cada aluno, além do contato que as crianças têm, cada vez mais cedo, com letras, por meio de tablets, aplicativos e legendas em vídeos. Porém, se desenvolvido de forma correta, esse aprendizado pode ocorrer de forma leve e eficaz. É preciso compreender que alfabetização e letramento são coisas diferentes, no entanto, ambas se complementam e não existe a “idade ideal” para que a criança domine a leitura e a escrita.

“Cada criança representa no seu tempo a aquisição da leitura e da escrita; é uma questão de maturidade neurológica. Sobretudo, o estímulo que ela tem desde a primeira infância, do “valor” atribuído pela família e à proposta pedagógica da escola em que ela está inserida.”, explica Luciana Fortunato, coordenadora da Escola Lápis de Cor.

Luciana ressalta ainda que o estímulo à criatividade da criança também é uma etapa importante nesse contexto. “Não é interessante para a criança ler e escrever antes de 6 anos de idade, porque esse primeiro período escolar deve  ter outro foco: o de estimular a imaginação através de atividades lúdicas. O objetivo é permitir que a criança use a criatividade, representando simbolicamente o mundo que a cerca através da arte plástica, como também a representação de papeis importantes para a sua vida, através da arte cênica. A expressão corporal é extremamente importante para uma criança, pois nessa primeira fase da sua vida, o corpo fala mais que a mente.”, completa.

Na Escola Lápis de Cor, além da atenção dos professores em respeitar o tempo de cada aluno, também é passada aos pais, a importância de tornar o processo de letramento e alfabetização o mais leve possível. A cobrança por respostas antecipadas pode ser prejudicial, por isso a confiança na escola e nos profissionais é primordial para que esse processo aconteça de forma eficaz. “A resposta à aquisição da leitura e da escrita acontecerá de maneira gradativa”, afirma a coordenadora.