Publicidade
Ensino superior
Ministério da Educação divulga lista de aprovados da primeira chamada do Sisu
Para este primeiro semestre, são oferecidas 235.476 vagas, em 129 instituições públicas de todo o Brasil; matrículas ocorrerão entre 30 de janeiro e 4 de fevereiro
José Aldenir / Agora RN
Provas do Enem foram realizadas nos dias 4 e 11 de novembro de 2018

O Ministério da Educação (MEC) divulgou nesta segunda-feira, 28, o resultado da primeira chamada do Sistema de Seleção Unificada (Sisu). A lista dos aprovados está disponível no site do programa.

Para este semestre, são oferecidas 235.476 vagas, em 129 instituições públicas de todo o Brasil.

As matrículas ocorrerão entre 30 de janeiro e 4 de fevereiro. Nesse período, os candidatos precisarão reunir os documentos exigidos e comparecer ao endereço informado pela instituição de ensino em que estudarão.

Em nota, o MEC informou que o sistema recebeu 3,5 milhões de inscrições de 1,8 milhões de candidatos – considerando as duas opções de curso. O número total de inscritos corresponde a 51% do total de estudantes que fizeram o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem), em 2018, e estavam habilitados a participar da seleção, percentual compatível com a média das edições anteriores.

O prazo para inscrições terminou no domingo, 27, após ser prorrogado porque o sistema sistema apresentou lentidão. Em nota divulgada na quinta-feira passada, o MEC informou que o sistema funcionava de forma “estável” e que sua lentidão resultava do volume massivo de acessos simultâneos. Apesar disso, a pasta garante realizar “todos os procedimentos técnicos” para manter o site funcionando.

“A decisão do MEC em prorrogar as inscrições trouxe tranquilidade ao processo, garantindo que todos os candidatos tivessem a oportunidade de fazer a seleção, não havendo prejuízo a nenhum estudante”, disse o ministério.

Lista de espera
Caso o candidato não tenha sido aprovado, precisará manifestar interesse em participar da lista de espera. Entre 28 de janeiro e 4 de fevereiro, ele deverá escolher uma das opções de curso em que se inscreveu para tentar novamente.

Cada universidade disponibilizará um determinado número de vagas com base nas que não foram ocupadas na 1ª chamada.

Publicidade
Publicidade