Invenção
Estudantes da UFRN criam aeronave para combater violência contra a mulher
Nome do projeto é Aedes - sigla para Aeronave de Defesa Social. O projeto foi desenvolvido durante um semestre por 36 estudantes da disciplina Projeto de Produto V
Cícero Oliveira / UFRN
Estudantes inovaram com a criação de uma aeronave para combater a violência à mulher

Há tempos, a violência contra as mulheres deixou de ocorrer nos lares e espaços urbanos para também chegar aos campi universitários em todo o País. Diante disso, faz-se cada vez mais necessário o surgimento de novas temáticas e problemáticas que deverão ser abordadas e tratadas no campo da segurança pública.

Mesmo não tendo sofrido nenhum tipo de atentado físico, muitas estudantes se sentem inseguras, após ter conhecimento de casos de violência sexual ocorridos nos centros acadêmicos. Pensando nisso, alunas do curso de Design da Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN) desenvolveram, recentemente, um projeto de protótipos de aeronaves para acompanhar mulheres que circulam no campus universitário. A ideia é que a usuária baixe um aplicativo e quando se sentir insegura acione imediatamente a aeronave.

De acordo com o professor Dino Lincoln Figueirôa, coordenador do projeto, trata-se de um drone, que viria até a localização da solicitante e a acompanharia no seu trajeto. Tudo seria filmado e monitorado em tempo real por uma central de controle, composta por colaboradores em parceria com a equipe de Segurança Patrimonial da UFRN.

O nome do projeto é Aedes – sigla para Aeronave de Defesa Social. O projeto foi desenvolvido durante um semestre por 36 estudantes da disciplina Projeto de Produto V, cujo tema é Design Aeroespacial.

Divididos em equipes, eles desenvolveram 10 protótipos de aeronaves. “A UFRN já demonstrou interesse no projeto e já está levantando os custos e a viabilidade técnica-operacional para colocá-lo em prática no Campus de Natal, que é considerado o maior do Norte-Nordeste em área territorial. Só aqui são 45 mil alunos circulando diariamente”, conta o professor Dino Lincoln.

O projeto de Aeronave de Defesa Social foi premiado no VIII Fórum de Pesquisa e Inovação da Barreira do Inferno, que aconteceu de 15 a 19 de outubro, como melhor trabalho de inovação aeroespacial. O protótipo Manta Ray foi selecionado para ser apresentado no 13º Congresso Pesquisa e Desenvolvimento em Design, evento mais relevante da área no País, que acontece de 5 a 8 de novembro, na cidade de Curitiba.