Férias
Escolas de Natal aproveitam pausa nas aulas para divertir alunos com lazer
Em algumas instituições de ensino de Natal, as recreações vão desde aulas inseridas no universo da robótica até as tradicionais brincadeiras populares
Assessoria de Imprensa
Neste período, não é difícil encontrar colônias de férias ou atividades recreativas que agregam lazer, aprendizado e cidadania

Para muitas crianças, julho é considerado o mês da diversão. Neste período, não é difícil encontrar colônias de férias ou atividades recreativas que agregam lazer, aprendizado e cidadania. Em algumas instituições de ensino de Natal, as recreações vão desde aulas inseridas no universo da robótica até as tradicionais brincadeiras populares.

Na Roboeduc, primeira escola de programação e robótica do Brasil, crianças a partir dos três anos de idade contam com um mix de atividades esportivas e tecnológicas, além de brincadeiras que favorecem o raciocínio lógico e a criatividade.

A programação contempla, dentre outras atividades, aulas de robótica, jogos de futebol, oficinas de arte, caça ao tesouro, corrida de saco, imitokê, contações de histórias, recreação no tobogã e no pula-pula.

“Assim como nas aulas regulares, nossa colônia de férias incentiva o respeito mútuo e o trabalho em equipe. Toda a programação também é indicada para meninos e meninas que ainda não estão inseridos no mundo da robótica”, afirma o coordenador pedagógico da escola, Eronilson Angelo da Silva.

Tempo Integral

Em outras escolas privadas da capital potiguar, o funcionamento das aulas ocorre normalmente para as crianças matriculadas no ensino em Tempo Integral. É o caso do Colégio Nossa Senhora das Neves que, neste período, também aposta em atividades recreativas diversificadas para entreter o recesso escolar da garotada.

Entre as atividades estão banho de piscina, futebol misto, aulas com texturas, além de aulas de desenho e pintura. Algumas também enaltecem as brincadeiras populares como queimada, pula corda, pega-pega e cabra-cega.

Outras recreações valorizam ainda mais a amizade, a partilha e o respeito ao próximo. Para que esses valores sejam vivenciados na prática, os alunos participam de piqueniques e lanches coletivos, onde os alimentos são compartilhados entre eles. “Além de divertir, esses momentos despertam na criança o espírito cidadão. São atividades fáceis e que podem ser realizadas no conforto do lar”, frisa a auxiliar de coordenação da Educação Infantil, Cláudia Milene Rocha.