Restauração
Com recursos de R$ 5,4 mi, três escolas estaduais de Natal iniciam reformas e ampliações
Carmem Lúcia, diretora da primeira DIREC, disse que as reformas são muitos aguardadas: 'Quem trabalha com Educação, trabalha por amor'
Assessoria de Imprensa
Foi assinada as ordens de serviços para reforma e ampliação de três escolas da rede estadual de ensino

Foi assinada as ordens de serviços para reforma e ampliação de três escolas da rede estadual de ensino. A E E Senador Dinarte Mariz, E E Severino Bezerra de Melo, ambas no bairro de Mãe Luiza, receberão R$ 2 milhões e R$ 1,9 milhão, respectivamente, já à escola Djalma Aranha Marinho, em Cidade Satélite, R$ 1,4 milhões. Os recursos paras esses investimentos são do Governo do RN por meio do Acordo de Empréstimo com o Banco Mundial.

A secretária de Educação, Cláudia Santa Rosa esteve presente no ato de assinatura que ocorreu na manhã desta sexta-feira, 5. “Estamos trabalhando em todas as frentes para melhorar o processo de ensino aprendizagem do Estado. A reforma das escolas faz parte das metas de promover um melhor acesso à educação para alunos, professores e famílias. Sabemos que os reflexos serão sentidos a médio e longo prazo”, comenta Cláudia.

A estudante Claudivânia Pereira, Escola Senador Dinarte Mariz; diz que essa reforma vai estimular o gosto pelo estudo. “Hoje é um dia especial e sonhado por nós. Quando o diretor falava, achávamos que esse dia não ia chegar. Agora vamos valorizar e cuidar mais daqui”.

Carmem Lúcia, diretora da primeira DIREC, disse que as reformas são muitos aguardadas. “Quem trabalha com Educação, trabalha por amor. É muito angustiante receber uma ligação e saber que água está amarelada devido a encanação da antiga da escola. Resolver um problema assim, não é fácil. Agora a reforma chegou, vamos cuidar do teto que abriga nossos alunos. Estamos muito feliz”, comemora.

“Até o momento todas as reformas das escolas estaduais se davam de forma pontuais, só agora elas vão acontecer de fato, em todo Estado estamos reformando com recurso do Banco Mundial, 46 Escolas”, explica Vagner Araújo, secretário da sethas e coordenador do Projeto Governo Cidadão. Araújo adianta que as três escolas receberão uma restruturação que inclui a adequação às normas de acessibilidade, de prevenção contra incêndios, substituição das janelas, pintura e restauração das fachadas, instalação de piso industrial de alta resistência, novos sistemas elétricos, hidráulicos e sanitários, instalação de ar-condicionado nos ambientes de estudo e administração.

Santa Rosa conta que com as ampliações as escolas vão ganhar laboratórios, bibliotecas e climatização. “Vamos devolver o prazer e autoestima dos alunos. É desafiador, mais sabemos que estamos trabalhando no rumo certo da educação moderna”.

A Chefe da Casa Civil Tatiana Mendes Cunha, diretores, professores e alunos participaram do ato de assinatura das ordens de serviços que aconteceu na E E Dinarte Mariz, em Mãe Luiza.