Publicidade
Bom período
Preços de imóveis em Natal são os menores do último ano, diz levantamento
Barro Vermelho registrou aumento de 51,2% nos valores, maior valorização da capital potiguar
Divulgação

O preço nominal médio do m² para venda em Natal (RN) apresentou desvalorização de 1,8% em setembro de 2016, em comparação ao mesmo período de 2015, passando de R$ 3.818,00 para R$ 3.750,00. O DMI-VivaReal, levantamento realizado pelo VivaReal (www.vivareal.com.br), contemplou uma amostra de 30 cidades em diferentes regiões do País e considerou mais de 2 milhões de imóveis usados disponíveis para compra ou aluguel. Já a média nacional do valor do m² para venda é de R$ 4.868,00. Natal é a cidade com o m² de menor valor entre as pesquisadas, sendo as mais caras Brasília (R$ 8.235,00/m²), Rio de Janeiro (R$ 7.154,00/m²) e São Paulo (R$ 6.829,00/m²). A íntegra da pesquisa sobre Natal está disponível em http://bit.ly/VivaReal_DMI_Natal_3Q16.

O preço nominal médio do m² para aluguel em Natal apresentou alta de 3,6% em setembro de 2016, em comparação ao mesmo período de 2015, passando de R$ 16,00 para R$ 16,57. O Índice DMI-VivaReal registrou média nacional de R$ 24,19/m² para aluguel. São Paulo lidera a lista com o valor do m² de R$ 35,24, seguida das seguintes cidades: Rio de Janeiro (R$ 33,78/m²), Brasília (R$ 32,14/m²) Santos (R$ 28,89/m²) e Recife (R$ 25,00 m²).

image006

Na capital potiguar, os bairros com as maiores desvalorizações nominais para venda foram Pitimbu (-4,7%), Areia Preta (-4,3%), Ponta Negra (-4,2%) e Neópolis (-3,6%). Já os que registraram maior valorização no m² para compra foram Barro Vermelho (51,2%), Candelária (5,4%), Lagoa Nova (4,2%), Tirol (2,3%).

Os bairros mais procurados pelos consumidores para compra são Ponta Negra, Lagoa Nova, Tirol, Planalto e Capim Macio. Para alugar, os consumidores buscaram mais imóveis em Ponta Negra, Lagoa Nova, Capim Macio, Neópolis e Tirol.

image007

Procura por imóveis de até 100 m² é maior que a oferta

O índice DMI-VivaReal também acompanha a demanda por imóveis. Em setembro de 2016, 56,28% dos consumidores procuraram por imóveis de 51m² a 100m² e a oferta relativa por essa metragem de moradia é de apenas 42,68%. No que diz respeito ao número de dormitórios, 41,50% procuram imóveis de dois dormitórios, sendo 32,18% de oferta relativa. A maior concentração de oferta na capital potiguar são de 3 dormitórios (43,74%).

A procura dos consumidores foi maior por imóveis de R$ 171 a R$ 350 mil (37,98%), seguido de até R$ 170 mil (28,82%). A menor procura é por imóveis acima de R$ 1 milhão (4,97%).

Os cinco bairros mais caros para aluguel

  1. Ponta Negra – R$ 25,00/m²
  2. Capim Macio – R$ 16,98/m²
  3. Tirol – R$ 16,67/m²
  4. Candelária – R$ 15,38/m²
  5. Lagoa Nova – R$ 15,00/m²

Os cinco bairros mais caros para aluguel

  1. Areia Preta – R$ 5.106,00/m²
  2. Tirol – R$ 4.632,00/m²
  3. Petrópolis – R$ 4.327,00/m²
  4. Lagoa Nova – R$ 4.167,00/m²
  5. Ponta Negra – R$ 4.107,00/m²

Sobre o DMI

O DMI-VivaReal (Dados do Mercado Imobiliário) é um relatório setorial do mercado imobiliário, realizado pelo VivaReal desde 2013. O objetivo do levantamento é oferecer informações sobre preço, oferta e demanda de imóveis para consumidores e profissionais do setor, tornando mais transparente o processo de aquisição e locação de imóveis.

Sobre o VivaReal

VivaReal é uma plataforma digital que conecta imobiliárias, incorporadoras e corretores com consumidores que buscam um imóvel. São mais de 4,5 milhões de anúncios para compra e locação em mais de mil cidades brasileiras reunidos em um só lugar.

Com mais de 15* milhões de visitas por mês em seu site e aplicativos móveis, o VivaReal é líder em seu segmento de atuação e está presente com escritórios locais em 16 cidades brasileiras.

Publicidade
Publicidade