Publicidade
Teatro Municipal de Parnamirim tem 95% das obras físicas concluídas

O sonho dos artistas locais está cada vez mais próximo de tornar-se realidade. O Cine Teatro de Parnamirim está com 95% das obras físicas concluídas, segundo informou o arquiteto responsável pela construção Airton de Vasconcelos. Um dos detalhes que mais chama atenção é a caixa cênica do teatro com seus 22 metros de altura. Airton explica que essa é uma grande vantagem do teatro, porque vai permitir a troca de cenários durante as apresentações.

O teatro, conta o arquiteto, será na verdade um centro de cultura, porque vai poder receber peças, shows e exposições artísticas. Para efeito de comparação, a obra equivale a dois teatros Alberto Maranhão. O projeto, assinado pela arquiteta natalense Carla Suzana, concorre a um prêmio nacional da Fundação Gerdau.

“Quando estudei o projeto para concorrer à licitação, sinceramente não imaginava que era assim tão grandioso. É uma realização muito grande poder fazer parte dessa história”, conta, em tom emocionado, o arquiteto Airton de Vasconcelos.

A obra é orçada em R$ 5,3 milhões, mostrando o hall de entrada, as salas da administração, balé e ensaio, os camarins e o palco, a “alma” do teatro. Com capacidade para 600 espectadores, o teatro tem área total de 4,4 mil metros quadrados, divididos entre o térreo e o primeiro andar.

No térreo haverá praça de alimentação, espaço café, seis miniauditórios, sala multiuso, administração, sala para piano de calda e quatro camarins. Já no primeiro andar ficará a sala de exposições com 184 metros quadrados, mirante, recepção, mezanino, sala de reuniões, tesouraria e salas para ensaio de dança e de coral.

Dos R$ 5,3 milhões do projeto, R$ 3,3 milhões são oriundos do Ministério da Cultura, R$ 1 milhão é de contrapartida da Prefeitura de Parnamirim, R$ 500 mil de emenda da deputada federal Fátima Bezerra (PT) e R$ 500 mil de emenda do senador licenciado e atual ministro da Previdência Social, Garibaldi Alves Filho (PMDB).

Publicidade
Publicidade