quarta,
Vaquinha
Prêmio Mecenas da Academia de Letras do RN homenageia empresários por “filantropia cultural”
Flávio Rocha, Marcelo Alecrim, João Claudino e Pedro Alcântara colaboraram com o valor de R$ 70 mil para a aquisição do fardão para José Almino, novo imortal potiguar da ABL
prêmio mecenas
Reprodução
Solenidade contou com presenças dos empresários agraciados e convidados como os senadores Garibaldi e Agripino

Quatro empresários foram agraciados com o, agora permanentemente instaurado, “Prêmio Mecenas Potiguar”, pela Academia Norte-rio-grandense de Letras, na noite do último sábado 21, em razão da colaboração para com a compra do fardão ao novo “imortal” potiguar da Academia Brasileira de Letras, João Almino. Flávio Rocha (Guararapes), Marcelo Alecrim (ALE), João Claudino (Armazém Paraíba, no Piauí) e Pedro Alcântara (Três Corações) colaboraram com o valor de R$ 70 mil para a aquisição da vestimenta.

Por definição, nos países de línguas neolatinas, o termo “mecenas” indica uma pessoa dotada de poder ou dinheiro que fomenta concretamente a produção de certos literatos e artistas. A “vaquinha” pelo fardão foi considerada digna da fomentação da cultura, segundo o presidente da Academia no Rio Grande do Norte, Diógenes da Cunha Lima, que confirmou que o prêmio passará a constar na agenda da instituição.

A busca pelo fardão de Almino já tem um histórico antes mesmo dos empresários se disporem a dividir os R$ 70 mil entre si: o deputado estadual Gustavo Fernandes (PMDB) tentou viabilizar a compra da vestimenta por meio da Assembleia Legislativa, mas, uma vez avaliado o valor que teria que ser desembolsado, o parlamentar resolveu retirar o projeto.

A solenidade feita em agradecimento à “vaquinha” dos empresários não contou com a presença de Flávio Rocha. Nomes como os dos senadores Garibaldi Alves Filho (PMDB-RN) e José Agripino Maia (DEM-RN) e do presidente da Fecomércio-RN Marcelo Queiroz, acompanharam a homenagem aos presentes Marcelo Alecrim e João Claudino. O vice-governador Fábio Dantas (PC do B) chegou a receber convite, mas na condição de governador interino. Como Robinson Faria (PSD) já retornou de Roma, o convite não pode ser atendido.

Além do “Prêmio Mecenas Potiguar”, os homenageados também foram agraciados com o Título Benemérito da Academia em solenidade que foi nomeada como a “Noite dos Multiplicadores”.