Medida
MPRN recomenda obras de acessibilidade no Teatro Lauro Monte Filho
Fundação José Augusto deve adotar medidas no sentido de acessibilidade nas obras de reforma do espaço cultural em Mossoró
Fundação José Augusto
Governo do RN investiu R$ 5 milhões na reforma do teatro

O Ministério Público do Rio Grande do Norte (MPRN) recomenda à Fundação José Augusto e a Secretaria Extraordinária de Gestão de Projetos que adotem medidas no sentido de acessibilidade nas obras de reforma do Teatro Lauro Monte Filho, localizado em Mossoró.

A recomendação foi publicado no Diário Oficial do Estado, na edição desta terça-feira, 02. O teatro estava fechado há quase 10 anos por falta de reformas. Com essa determinação, o teatro pode continuar fechado até a conclusão das obras.

O presidente da Fundação José Augusto, Amaury Júnior, disse que desconhece a recomendação do MPRN. “O teatro em Mossoró tem acessibilidade e tem saída de emergência”, declarou.

Segundo dados da assessoria de comunicação da Fundação, em novembro deste ano, o Governo do Estado vai inaugurar o Teatro Lauro Monte Filho com uma grande festa.

O Governo do RN investiu R$ 5 milhões na reforma do teatro, que contemplou um moderno sistema de som com entrada digital, 40 microfones e 8 retornos, climatização, tela de projeção de cinema, 8 varas de iluminação secundária e uma principal, clicograma, acessibilidade, elevadores e uma subestação de energia de 380KVA. O teatro tem capacidade para um público de 483 pessoas.