segunda, 24 de abril de 2017
home / Comerciando

Comerciando

cesta básica
Natal está entre as cidades com maior aumento da cesta básica no início de 2017

Dados do Boletim Diário Econômico, publicação do Escritório técnico de Estudos Econômicos do Nordeste (Etene), órgão vinculado ao Banco do Nordeste, que analisa dados do Dieese, apontam que na capital potiguar o consumidor deve dispor de R$ 364,12 para adquirir os 13 itens da cesta básica. Mesmo estando entre as maiores altas registradas nas capitais nordestinas, o montante é abaixo do valor da cesta regional (R$ 371,34). Nos primeiros três meses do ano, o Nordeste mantém o maior crescimento no custo da cesta básica. A variação acumulada no ano (+3,9%) e nos últimos 12 meses também é maior na Região do que nas outras partes do país. Além de Natal, as maiores altas foram registradas em Teresina (+3,9%), Natal (+3,5), Recife (+3,5%), São Luis (+2,8%) e João Pessoa (+2,6%). A única retração ocorrida na Região foi em Maceió (-0,5%).

>> Bolsa atleta. Os 44 beneficiados pelo Programa Bolsa Atleta no Rio Grande do Norte foram definidos após a 2ª chamada de inscritos ser divulgada no site da Secretaria de Estado do Esporte e Lazer (SEEL) na última segunda-feira 18. O programa é executado pelo Governo do Estado e foi criado através de Projeto de Lei da deputada Márcia Maia (PSDB).

>> Associativismo. Um grupo de pessoas com deficiência de João Câmara está empenhado em garantir um meio de gerar renda de forma sustentável com a produção de vassouras, feitas com garrafas pet, e sabão a partir da reutilização de óleo saturado, que iria diretamente para o meio ambiente. Devido à parceria entre Sebrae e a CPFL Renováveis, a Associação Camarense de Apoio aos Portadores de Deficiências (Acapord) deverá escrever um novo capítulo na sua história. A instituição está recebendo o suporte para dimensionar a produção e abrir vagas de trabalho, gerando inserção social para os 149 associados.

>> Capacitação. O Senac levará ao município de Parnamirim esta semana sua Unidade Móvel de Moda e Beleza, que oferecerá cursos gratuitos à população. As capacitações ocorrerão no estacionamento do Centro Administrativo da Prefeitura Municipal de Parnamirim, na Cohabinal. Foram disponibilizados para o município os cursos de Cabeleireiro Assistente, Manicure e Pedicure, Corte de Cabelo: Tendências Atuais e Penteados para Festa.

>> Dinheiro no bolso. Servidores estaduais ativos e inativos que ganham acima de R$ 4 mil vão receber uma parcela de R$ 4 mil do salário do mês de março na próxima sexta-feira 21, feriado de Tiradentes. O pagamento foi anunciado ontem pelo Governo do Estado. A soma do valor depositado para os 22.131 servidores da faixa chega a R$ 88,5 milhões.

>> Feijão. Grande vilão do orçamento doméstico no ano passado, o feijão apresentou variação negativa mais relevante na Região Nordeste, entre os 13 itens que compõem a cesta básica. Em março, o preço do grão caiu e está mais barato em quase todas as capitais nordestinas, incluindo Natal. A exceção são as capitais sergipana, Aracaju, e baiana, Salvador.

*Colaborou Tiago Rebolo

shopping
Grande Natal pode ganhar quatro novos centros comerciais em breve

O centro comercial outlet idealizado pelo empresário Abílio Félix na cidade de Macaíba é o quarto shopping anunciado em curto período para a Região Metropolitana de Natal. Além do empreendimento na BR-304, que deverá ter 100 lojas, estacionamento para 2 mil veículos, salas de cinema e praça de alimentação, há projetos para Natal e Parnamirim. Para a cidade Trampolim da Vitória, há dois projetos – um com construção em andamento às margens da BR-101, em Monte Castelo, e outro em fase de elaboração de projeto para o bairro de Emaús. Na capital do estado, a expectativa é pela construção de um centro comercial popular no bairro do Alecrim. Estimativa é que todos os shoppings gerem milhares de empregos diretos e indiretos na região.

>> Aumento. A Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) aprovou um reajuste médio de 3,38% nas tarifas da Cosern. Para consumidores conectados à alta tensão, o aumento será de 4,07%; para a baixa tensão, a alta será de 3,08%. As novas tarifas começam a vigorar em 22 de abril. Mais de 1,3 milhão de consumidores são atendidos no Rio Grande do Norte pela companhia.

>> Imposto de renda. A 11 dias do fim do prazo, menos da metade dos contribuintes efetuou a declaração do Imposto de Renda no país. Segundo balanço divulgado pela Receita Federal, 12,3 milhões de declarações foram recebidas até o fim da tarde desta segunda-feira 17. O número equivale a 43,8% do total de 28,3 milhões de documentos esperados.

>> Desconfiança. O empresário Eudo Laranjeiras, presidente da Federação das Empresas de Transporte de Passageiros do Nordeste (Fetronor), manifestou preocupação com a possibilidade de as reformas na Previdência e na legislação trabalhista serem adiadas ou desfiguradas em face dos pedidos de abertura de inquéritos no Supremo Tribunal Federal (STF) contra deputados e senadores. “Se os congressistas pensarem mais na eleição deles e não pensarem no Brasil, vamos entrar em uma roda viva de desemprego muito maior do que a de hoje”, ressalta o empresário.

>> Expectativa. Pesquisa Anual de Conjuntura Econômica do Turismo (PACET), da Fundação Getúlio Vargas, mostra que o mercado de turismo está otimista com os resultados que serão alcançados em 2017. Quase 90% dos entrevistados informaram que farão aportes para investimento em seus negócios. Destaque para os segmentos de transporte aéreo, locadoras de automóveis e operadoras de turismo onde 100% dos entrevistados afirmaram que realizarão investimentos.

>> Livre da aftosa. O superintendente do Ministério da Agricultura no RN, Getúlio Batista, reafirmou que o Rio Grande do Norte continua com o rebanho certificado livre de aftosa com vacinação. O estado foi reconhecido pela Organização Mundial de Saúde Animal (OIE) como livre de aftosa em 2014. “Sabemos que temos um rebanho de qualidade e com boas genéticas. Por isso, o Ministério vem acompanhando o nosso estado. O RN continua com a certificação de área livre de aftosa com vacinação, sem conformidade. Nossa função é garantir todo o suporte para que essa certificação continue”, disse.

*Colaborou Tiago Rebolo

comércio alex regis
Com divulgação de fevereiro, vendas no comércio caem por quase dois anos seguidos

O comércio varejista potiguar voltou a registrar queda nas vendas no mês de fevereiro, segundo dados do IBGE. Após o tombo de 8,8% registrado em janeiro, no segundo mês do ano a queda foi de 4,4%, o que levou o acumulado do primeiro bimestre deste ano a registrar retração de 3,4% sobre o mesmo período do ano passado. Os dados se referem ao mesmo período do ano passado. Com o número de fevereiro, o RN atingiu o vigésimo mês seguido de queda nas vendas, uma sequência histórica e que deixou o comércio apreensivo. “Os dados nos assustaram. Infelizmente, pelo que temos conversado com empresários e sentido no dia a dia das empresas, essa toada de retração deve seguir ainda em março e abril. A situação do comércio é cada vez mais preocupante”, ressalta Marcelo Queiroz, presidente da Fecomércio.

>> Fotografia. O Senac RN lançou três novas turmas do curso “Iniciação à Fotografia”. Nesta capacitação, que vai durar 50h/aula, o participante aprenderá a utilizar a máquina fotográfica digital amadora ou semiprofissional, explorando potencialidades técnicas e estéticas, bem como noções de tratamento de imagem.

>> Camelódromo. O vereador Betinho da Mala (PSDB), de Parnamirim, solicitou ao prefeito Rosano Taveira (PRB), através da indicação 108/17, a construção de um camelódromo na cidade. A ação busca organizar os ambulantes, trabalhadores e consumidores. De acordo com o tucano, a iniciativa irá contribuir para facilitar a acessibilidade da população nas vias principais do centro e organizar o comércio informal.

>> Mais Negócios. O Sebrae e a EDP Renováveis estão promovendo um programa que leva capacitação a empreendedores do Mato Grande. Trata-se do EDP Renováveis Rural, que promoveu a Oficina Mais Negócios na cidade de Parazinho para empreendedores locais. A parceria faz parte do Projeto de Desenvolvimento de Negócios e Impacto Social. A metodologia Mais Negócios visa capacitar quem tem interesse em abrir uma empresa, donos de pequenos negócios, Microempreendedores Individuais (MEI) e produtores rurais.

>> Páscoa. O volume de vendas a prazo na semana anterior a Páscoa (que, este ano, foi entre os dias 9 e 15 de abril) apresentou um leve crescimento de 0,93% na comparação com o mesmo período do ano passado. Trata-se da primeira alta observada na data desde o ano de 2014, quando o crescimento fora de 2,55%. Em 2015, houve uma queda de -4,93%, posteriormente aprofundada para -16,81% em 2016. Os dados foram apurados pelo Serviço de Proteção ao Crédito (SPC Brasil) e pela Confederação Nacional de Dirigentes Lojistas (CNDL).

>> Previdência. Do presidente da Federação das Indústrias (Fiern), Amaro Sales: “O debate sobre a reforma da Previdência Social está dominando a pauta nacional. A discussão é legítima e necessária. Tornou-se, contudo, ideológica em alguns momentos e vazia – pela desinformação – em outros. Os que são contrários, obviamente, torpedeiam a proposta do Governo Federal, mas, em regra, não apresentam uma proposta alternativa”.

material de construção
Vendas de materiais de construção no País caem 6,5% em março

As vendas da indústria de materiais de construção no país caíram 6,5% em março em relação ao mesmo mês do ano passado. Já em comparação com fevereiro, houve alta de 12,2%. No acumulado do ano o faturamento apresentou queda de 6,3% e nos últimos 12 meses, encerrados em março, redução de 9,1%. Os dados fazem parte de pesquisa divulgada pela Associação Brasileira da Indústria de Materiais de Construção (Abramat). Os números consideram o faturamento deflacionado. Em março, o nível de emprego na indústria de materiais de construção apresentou recuo de 5,9% na comparação com o mesmo mês do ano passado.

>> Viagens. No período entre o dia 13 de abril, hoje, e 17 de abril, segunda-feira, são esperados 27.500 mil passageiros no Aeroporto de Natal. O feriado prolongado da Semana Santa deverá atrair turistas para as praias da cidade potiguar, 7% a mais do que o registrado no mesmo feriado de 2016.

>> Horário diferenciado. O comércio de Natal funciona em horários diferenciados nesta sexta-feira 14, feriado nacional da Paixão de Cristo. Segundo a Câmara de Dirigentes Lojistas de Natal, bancos e comércio de rua não abrirão amanhã. No sábado 15 e no domingo 16, os estabelecimentos comerciais voltam a funcionar como de costume. As lojas da maioria dos shoppings abrem apenas às 13h.

>> Redução das taxas. Pela quinta vez seguida, o Banco Central baixou os juros básicos da economia. Por unanimidade, o Comitê de Política Monetária (Copom) reduziu nesta quarta-feira 12 a taxa Selic em 1 ponto percentual, de 12,25% ao ano para 11,25% ao ano. A decisão era esperada pelos analistas financeiros.

>> Empreendedorismo. Durante a realização da 14ª edição do projeto Vila Cidadã, em São José de Mipibu, o governador Robinson Faria assinou o Termo de Compromisso para a instalação do Escritório do Empreendedor no município, como forma de estimular a economia. O projeto, coordenado pela Junta Comercial do RN, reúne em um único local, serviços que facilitam a abertura de empresas em um curto período.

>> Energia eólica. O Sebrae no Rio Grande do Norte, em parceria com quatro companhias eólicas, está desenvolvendo um projeto denominado Desenvolvimento de Negócios e Impacto Social para beneficiar comunidades instaladas no entorno dos parques. Em dois anos, o projeto vai investir, a princípio, cerca de R$ 8,5 milhões em ações de capacitação, acesso a mercado, assessoria técnica e empreendedorismo para pequenos produtores.

>> Reajuste. As tarifas postais e telegráficas prestadas pelos Correios serão reajustadas em 7,49%, conforme determinação do Ministério da Fazenda, publicada hoje no Diário Oficial. O aumento passa a vigorar, contudo, quando o Ministério da Ciência de Tecnologia soltar uma portaria, o que deve ser feito apenas na semana que vem.

previdência
Regra de transição da Previdência valerá para trabalhadores com mais de 30 anos

Notas e opinião

O relator da reforma da Previdência, deputado Arthur Maia, antecipou que todos os trabalhadores a partir de 30 anos serão enquadrados na regra de transição — que prevê idades mínimas, mais um pedágio (adicional sobre o tempo de contribuição que falta para se aposentar). Segundo o relator, o pedágio será inferior a 50%, podendo ficar em 30%. Maia explicou que os trabalhadores com menos de 30 anos terão que cumprir idade mínima de 65 anos. Pela proposta inicial, seriam enquadrados na regra de transição somente homens a partir dos 50 anos e mulheres a partir dos 45 anos. Esses trabalhadores poderiam se aposentar pelas regras atuais, pagando pedágio de 50%. Já os demais só poderiam se aposentar aos 65 anos de idade, independentemente do tempo de contribuição.

>> Feriado. O comércio em Natal terá funcionamento diferenciado em função do feriado da Sexta-feira da Paixão desta semana. De acordo com a CDL Natal, presidida por Augusto Vaz (foto), as mudanças valem apenas para a sexta. No sábado 15, o comércio voltará ao normal. No feriado, os comércios de rua de Alecrim, Centro e Zona Norte estarão fechados. Nos principais shoppings, as lojas abrem apenas a partir das 13h e vão até às 21h, com cinemas funcionando conforme programação. Dos centros comerciais, apenas o Shopping Via Direta estará totalmente fechado. Bancos não abrirão.

>> Senac 1. Estão abertas as inscrições para os cursos técnicos a distância do Senac. São 12 diferentes opções nas áreas de comércio, design, gestão, informática, meio ambiente, segurança e turismo. O prazo segue até 17 de abril.

>> Senac 2. Os cursos técnicos a distância do Senac oferecem conhecimentos teóricos e práticos adequados às exigências do mercado de trabalho. Com aprendizado em ambiente digital e a realização, em média, de um encontro presencial mensal, o Senac EAD garante flexibilidade de tempo e espaço aos alunos, facilitando a conciliação entre os estudos e os compromissos do dia a dia.

>> Social. O Sesc RN renovará o apoio ao projeto RN Vida, do Governo do Estado. O RN Vida recebe o apoio do Sesc com atividades culturais e esportivas desde 2013. O projeto tem capacidade de atender até 1.000 crianças e adolescentes no contra turno escolar, na faixa etária de 7 a 16 anos, oriundas de escolas públicas. A intenção é de retirar estes jovens de situações de risco social por meio de ações de valorização do indivíduo, de promoção à cidadania e de fomento a talentos.

*Colaborou Tiago Rebolo