segunda, 24 de abril de 2017
home / Coluna do Agora

Coluna do Agora

josé adécio
Deputado José Adécio lamenta mudanças na cúpula da segurança pública

O pedido de exoneração do secretário de Segurança Pública e Defesa Social, Caio Bezerra, foi repercutido nesta terça-feira (18), durante sessão plenária na Assembleia Legislativa. Em pronunciamento no plenário da Casa, o deputado José Adécio (DEM) lamentou a entrega do cargo pelo secretário. “A saída dele da pasta é uma péssima notícia para o Rio Grande do Norte e, pior ainda, para o governador Robinson Faria, que perde um dos mais competentes auxiliares do seu Governo. Não preciso prestar solidariedade ao ex-secretário pois não tenho ligações de amizade com ele, mas conheço a sua honrada origem familiar”, disse José Adécio. O parlamentar relatou o encontro que teve com Caio Bezerra no último dia 3, oportunidade em que, segundo José Adécio, conversaram sobre os índices da violência no Estado.

>> Números. Os números da violência no Rio Grande do Norte têm crescido em grandes proporções e Natal, capital potiguar, já aparece como a cidade mais violenta do país, segundo ranking divulgado no último dia 07 pela ONG mexicana Conselho Cidadão para Segurança Pública e Justiça Penal. Até esta terça-feira (18), o estado já registrou 734 assassinatos, segundo dados do Sindicato dos Policiais Civis do RN (SINPOL).

>> Média. Os números apontam para uma média de quase sete assassinatos por dia no Rio Grande do Norte em 2017. Ainda no mês de março, antes da divulgação do estudo, a socióloga e deputada estadual já havia alertado para a possibilidade de o Rio Grande do Norte alcançar a marca de 2,5 mil assassinatos este ano. Em 2016, 1998 pessoas foram assassinadas.

>> Saúde. Em entrevista realizada na manhã desta terça-feira, 18, ao “Jornal RN No Ar” da TV Tropical, o secretário de estado da saúde pública, George Antunes, pontuou as ações que estão sendo realizadas pela secretaria para melhorar a assistência à saúde da população. O processo de regionalização está avançando com o trabalho na 4ª região de saúde, melhorando o perfil assistencial dos hospitais de Caicó e Currais Novos e atuando em parceria com o Consórcio das secretarias municipais de saúde para organizar toda a linha de cuidado nessa região, trabalhando as redes de atenção em saúde. De acordo com o secretário, um novo concurso está em andamento, na fase de contratação da empresa organizadora. Em paralelo também será realizado um processo seletivo simplificado para contratação de profissionais de forma mais imediata.

*Colaborou Tiago Rebolo

aécio agripino
Procuradoria-Geral da República prioriza investigações contra Aécio e Agripino

A Procuradoria-Geral da República vai analisar todas as doações eleitorais feitas, em 2014, pela Odebrecht, ou por qualquer sociedade empresária do seu grupo econômico, ao senador Aécio Neves (PSDB-MG), ao senador José Agripino Maia (DEM-RN), ao PSDB e ao DEM. O raio-x foi solicitado pelo procurador-geral da República, Rodrigo Janot, na Operação Lava Jato, e autorizado pelo ministro Edson Fachin, do Supremo Tribunal Federal (STF) em 4 de abril. Na corrida eleitoral de 2014, Aécio Neves recebeu um total de R$ 226.858.146,73 milhões em doação. Deste total, R$ 3.933.603 milhões foram da Construtora Norberto Odebrecht, controlada pelo Grupo. A Braskem – braço petroquímico do companhia, que tem como sócia a Petrobras -, doou R$ 3.988.830 e a Odebrecht Óleo e Gás, R$ 2.199.885 milhões.

>> “Dígito solitário”. O presidente Michel Temer chegou a míseros 9% de popularidade em nova pesquisa Ibope divulgada nesta segunda-feira 17 pelo jornal O Estado de S. Paulo. A baixa, teme o Planalto, deve se acentuar nas próximas pesquisa, haja vista que o levantamento foi feito antes da divulgação dos nomes da lista de Fachin.

>> Ministério Público. Mais de 200 promotores e procuradores manifestam hoje sua preferência em relação ao novo Procurador-Geral de Justiça do Estado. Concorrem ao cargo os candidatos Eudo Leite, Iadya Gama e Ivanildo Silveira. Apesar da eleição, a escolha do nome cabe ao governador Robinson Faria. Entretanto, historicamente, o chefe do Poder Executivo escolhe o indicado (integrante da lista tríplice) de acordo com a preferência dos membros do MP.

>> Denúncia. Em meio ao processo eleitoral no MP, o procurador-geral de Justiça do Rio Grande do Norte, Rinaldo Reis, foi denunciado por órgãos de servidores, através de uma ação civil pública, após suspeitas de desvios de cerca de R$ 83 mil do Ministério Público para fins privados.

>> Desabafo. A primeira-dama do Estado e secretária de Assistência Social, Julianne Faria, postou uma declaração em suas redes sociais na manhã de hoje que repercutiu no mundo político. No texto, Julianne se solidariza com o marido, Robinson Faria, que foi citado em delação de executivos da Odebrecht e está na “lista de Fachin” de investigados na Lava Jato. “O governador não precisa nem nunca precisou se sujar com 100 mil reais. Nasceu em berço de ouro”, escreveu a primeira-dama.

>> Reforma. O relator da reforma trabalhista em comissão especial na Câmara, deputado Rogério Marinho (PSDB), vai debater o assunto no programa Roda Viva, da TV Cultura, logo mais às 22h15. O relatório elaborado por ele foi apresentado na semana passada e sugere mudanças em 100 pontos da CLT, a Consolidação das Leis do Trabalho.

>> Em recuperação. A vereadora natalense Wilma de Faria (foto) continua em tratamento devido a uma neoplasia no duodeno, uma espécie de tumor no intestino descoberto por ela há cerca de um ano e meio. Devido à enfermidade, a ex-governadora ainda não se manifestou oficialmente sobre a citação de seu nome em delações de executivos da Odebrecht e na lista para abertura de inquéritos pelo ministro Edson Fachin, do STF.

*Colaborou Tiago Rebolo

cícero sandro
Cícero se diz vítima de “achincalhamento” e anuncia processo contra Sandro

Cícero se diz vítima de “achincalhamento” e anuncia processo contra Sandro

O vereador Cícero Martins (PTB) não gostou da repercussão que ganhou a sua fala durante reunião da Comissão de Educação da Câmara Municipal na última segunda-feira 10. O vereador, na oportunidade, se enganou com uma notícia falsa sobre uma suposta aprovação na Câmara dos Deputados de cota para homossexuais em concursos públicos. O vereador aproveitou para tecer comentários a respeito dos homossexuais. “Não vou admitir que isso é uma coisa normal da cabeça humana”, disse o vereador. Após ser tachado de homofóbico, Cícero anunciou que entrará com uma representação na Comissão de Ética no Legislativo municipal contra Sandro Pimentel (PSOL), que criticou durante a fala do petebista. “Estou sendo achincalhado”, resumiu Sandro. Ao saber que Cícero entrará com a representação, o socialista disse que fará o mesmo. “Grave foi o que ele fez aqui nesta Casa”, afirmou o psolista.

>> “Rapazes”. O ex-executivo da Odebrecht Márcio Faria revelou em delação premiada a procuradores da Lava Jato que os então deputados Henrique Alves e Eduardo Cunha cobraram, junto com Michel Temer, propina da empresa no valor de 5% (cerca de US$ 40 milhões) em um contrato junto a Petrobras. Segundo o delator, Temer afirmou, na oportunidade, que qualquer problema seria resolvido pelos “rapazes” Henrique e Cunha.

>> Apelidos. Delatores da empreiteira Odebrecht revelaram durante os depoimentos os apelidos dados a políticos potiguares em planilhas da empresa nas quais constava os valores das contribuições a campanhas, caixa dois ou distribuição de propinas. Aparecem “Garanhão” e “Bonitinho”, em referência a Fábio Faria ou Robinson Faria; “Gripado” e “Pino”, para José Agripino; “Pininho”, para Felipe Maia; e “Carrossel” para Rosalba Ciarlini.

>> Sem previsão. A Procuradoria da República no Rio Grande do Norte não espera receber com rapidez os pedidos de Edson Fachin, do STF, para abertura de inquérito contra políticos potiguares que não têm foro privilegiado. Estimativas dão conta de que ações contra Henrique Alves, Wilma de Faria e Rosalba Ciarlini só devem chegar em maio por aqui.

>> Clima pesado. A rivalidade política entre o grupo do ex-prefeito Ivan Júnior (PSD) e o do deputado George Soares (PR), em Assu, tem se acirrado. Por um lado, o parlamentar afirma que o seu irmão, o novo prefeito Gustavo Soares, assumiu a prefeitura, deixada por Ivan, “totalmente destruída”. Ivan rebate dizendo que o que George tem é “dor de cotovelo pela surra eleitoral de 2012”. Na oportunidade, Ivan venceu George por mais de 11 mil votos de maioria.

>> Baixa na bancada? O PMDB pode perder em breve um deputado da sua bancada na Assembleia Legislativa. Trata-se de Nélter Queiroz (foto), que tem tido bom diálogo com o governador Robinson Faria. Informações dão conta de que a legenda já deu o aval para o parlamentar sair para outra sigla.

carlos kelps
Entrevero: Carlos Eduardo e Kelps se estranham pelo Twitter

O deputado estadual Kelps Lima (SD) e o prefeito de Natal, Carlos Eduardo Alves (PDT), entraram em rota de colisão na noite desta segunda-feira 10 pelo Twitter. Quem começou a provocação foi o prefeito, que lembrou que o parlamentar foi secretário na má avaliada gestão Micarla de Sousa (2009-2012). Carlos Eduardo emendou chamando Kelps de “irresponsável” por ter colaborado com a administração. Diversos comentários negativos sucederam a declaração do prefeito, incluindo uma resposta do líder do Solidariedade. “Continua apaixonado por Micarla, prefeito? Acha que vai continuar enganando o povo falando da gestão passada?”, disparou o deputado. Kelps é o autor da peça no Tribunal de Contas do Estado que resultou na liminar que impede o prefeito de sacar recursos do Natalprev.

>> Nem aí. Por falar em liminar do TCE, o prefeito Carlos Eduardo decidiu ignorar a decisão do conselheiro Tarcísio Costa e retirar a primeira cota do empréstimo no Natalprev para complementar a folha de inativos do mês de março. Advogados da Prefeitura apontam que o Tribunal de Contas não tem competência para barrar uma lei aprovada pela Câmara Municipal.

>> Investigação. A 1ª Promotoria de Justiça da Comarca de São Gonçalo do Amarante instaurou Inquérito Civil para apurar “possível omissão quanto à implementação da Política de Proteção e Defesa Civil no âmbito do Município de São Gonçalo do Amarante”. A decisão, publicada nesta terça-feira 11, foi assinada pela promotora Lucy Figueira Peixoto Mariano da Silva.

>> Cassado. Uma sentença da juíza eleitoral Daniella Paraíso Guedes Pereira, da Comarca de São Gonçalo do Amarante, cassou o mandato do vereador Raimundo Mendes (PMB), presidente da Câmara do município. Na decisão, a magistrada cita um áudio no qual uma assessora do vereador oferece materiais de construção em troca de votos. Cabe recurso no pleno do TRE.

>> De volta. Diretor do Departamento Estadual de Trânsito até meados do ano passado, quando saiu do cargo para concorrer à Prefeitura de Ceará-Mirim e perder para Marcone Barreto (PSDB), Júlio César Câmara (foto) está de volta à chefia do Detran. A resolução foi publicada na edição de hoje do Diário Oficial do Estado.

>> Semana Santa. O governador Robinson Faria (PSD) decretou ponto facultativo para os servidores estaduais na próxima quinta-feira 13, véspera do feriado católico da Sexta-feira da Paixão. Os funcionários do Estado só devem voltar aos trabalhos na segunda-feira 17.

*Colaborou Tiago Rebolo