Castração
Vereador Sandro Pimentel cobra regularidade do uso dos castramóveis
Pedido foi feito em reunião realizada com o secretário municipal de Saúde, George Antunes, com a participação de organizações que representam os protetores dos animais
Assessoria de Comunicação
Vereador Sandro Pimentel, secretário municipal de Saúde George Antunes e protetores de animais

Protetores de animais e o vereador Sandro Pimentel reuniram-se na Secretária Municipal de Saúde na última segunda-feira, 9, para pressionar por uma resolução para a falta de uso dos Castramóveis. Recebidos pelo secretário George Antunes, os protetores demonstraram preocupação pela demanda crescente de castrações e a não operação do equipamento público, essencial para a redução no número de animais de rua na capital potiguar.

Parados desde março, os dois veículos Castramóveis, que foram adquiridos com emendas do mandato do vereador Sandro Pimentel e são operados pela Prefeitura, já deixaram de realizar centenas de procedimentos.  No atual modelo, os Castramóveis vêm operando a partir de uma parceria da Prefeitura com a UNP, que usa os veículos como campo prático para seus alunos e, voluntariamente, castra os animais.  Contudo, sem a presença de uma equipe permanente de médicos veterinários, a regularidade do serviço fica comprometida.

“Esses veículos podem fazer a diferença para mudar o cuidado animal em nossa cidade, com a redução significativa de abandonos e da disseminação de zoonoses e outros tipos de doenças, mas para isso ser efetivo precisamos de uma atuação regular do serviço”, afirmou Sandro Pimentel.

O secretário Antunes, o vereador Sandro Pimentel e os protetores dos animais discutiram algumas alternativas para que o equipamento volte a funcionar com maior frequência. Dentre elas está o treinamento dos médicos veterinários do quadro da Prefeitura para que eles realizem as castrações. Outra possível alternativa seria a contratação de médicos veterinários para a realização dos procedimentos.

As propostas não interferem no atual trabalho que o curso de Medicina Veterinária da UNP realiza nos Castramóveis, usando os equipamentos como campo de atuação prática e realizando mutirões que já castraram mais de 500 animais.

O secretário George Antunes observou que os Castramóveis precisam voltar a operar urgentemente, pois eles têm um papel de saúde pública a cumprir a partir da redução do número de animais abandonados e, consequentemente, na ocorrência de zoonoses. “A volta dos Castramóveis é uma necessidade urgente. Nós vamos sim assumir esse compromisso e vamos levar a efeito todas as ações”, afirmou o secretário.

Os protetores presentes também entenderam como positiva a reunião desta segunda, mas seguirão pressionando para que o equipamento volte a funcionar.  “A reunião foi bastante convincente, mas apostamos na alternativa de qualificação dos médicos veterinários da secretaria para que o serviço volte a funcionar regularmente”, concluiu Suzel Soares, uma das protetoras que acompanharam a reunião.