Mobilidade urbana
Sem dinheiro, obras da BR-101 só vão ser concluídas no próximo ano
Obras completas preveem cinco viadutos, duas passagens inferiores, dois tuneis de drenagem, 58 abrigos de ônibus, um prolongamento do túnel, 21 quilômetros de vias marginais
Imagens de abril do viaduto da Maria Lacerda (José Aldenir)
José Aldenir / Agora Imagens
Imagens de abril do viaduto de acesso a Avenida Maria Lacerda, em Nova Parnamirim. Previsão é de conclusão para agosto

As intervenções na BR-101 que pretendem resolver os problemas de fluxo da via na Grande Natal só ficarão completamente prontas em 2019. A previsão é do superintendente do Departamento Nacional de Trânsito (Dnit), Willy Saldanha Filho. O motivo desse “atraso” na conclusão da obra é a falta de recursos financeiros que, pelo menos, já estão prometidos para o próximo ano.

“Tínhamos previsto para o final de 2018, todas as obras. Porém, como a gente não tem o orçamento fechado, como falta aproximadamente R$ 36 milhões, que tem essa previsão para a LOA (Lei Orçamentária Anual) de 2019, essas obras vão ser postergadas para 2019”, afirmou Willy Saldanha Filho, em entrevista ao Jornal das Seis, da 96fm, na noite desta segunda-feira, 11.

A conclusão “total” das obras diz respeito as todas as intervenções que serão feitas na BR-101, que são, segundo o próprio superintendente: cinco viadutos, duas passagens inferiores, dois tuneis de drenagem (um concluído e outro feito em Parnamirim), 58 abrigos de ônibus, um prolongamento do túnel, 21 quilômetros de vias marginais, drenagens e passeio público.

“O intuito é tirar os pontos críticos da BR. Onde tinha semáforo, vão ser todos retirados, e onde tinha problema de retenção de fluxo, estamos fazendo essas obras para melhorar”, afirmou o superintendente do Dnit no Rio Grande do Norte.

Pelo menos, de acordo com o próprio Willy Saldanha, a pista principal do viaduto localizado em frente a Avenida Abel Cabral, será mesmo entregue neste sábado, dia 16. A previsão era que a obra fosse concluída no final de maio, mas também acabou atrasando. A trincheira construída para a Avenida Maria Lacerda, próxima a Abel Cabral, deve ser entregue “em meados de agosto” deste ano, segundo o Dnit.

Brasília

No início do mês, o coordenador da bancada potiguar, deputado federal Felipe Maia (DEM), esteve em audiência com o ministro dos Transportes, Portos e Aviação Civil, Valter Casimiro e o Diretor Executivo do DNIT, Halpher Luiggi Rosa, para discutir a liberação de recursos para a conclusão do viaduto da Avenida Maria Lacerda. De acordo com o parlamentar, o objetivo do encontro foi de garantir a inclusão desse pleito no Projeto de Lei Orçamentária de 2019 e o ministro se comprometeu a incluir na Lei Orçamentária Anual esse valor para a obra.