terça,
Proposta
Projeto de lei quer proibir circulação de motos no corredor em trânsito urbano
Segundo deputado de Goiás, autor da proposta, motociclistas que trafegam no corredor retiraram dos motoristas e pedestres segurança de circulação
Viaduto Neópolis BR 101
José Aldenir / Agora Imagens
Atualmente, prática é permitida apenas dentro das cidades

O Projeto de Lei 8192/17 do deputado Heuler Cruvinel (PSD-GO) quer proibir as motos de circular entre os carros. Hoje, andar no “corredor” é permitido pelo Código de Transito Brasileiro em trânsito urbano.

Segundo o deputado, os motociclistas que trafegam nos corredores retiraram dos motoristas e pedestres segurança de circulação. O texto fala ainda que “o problema em tal situação é a constante violência que acompanha o uso do espaço entre os veículos, entre as faixas de trânsito, com espelhos retrovisores arrancados, chutes na porta e muitos sustos”.

Se aprovado, os motociclistas terão que usar a faixa da direita. Também terão que andar no centro dela ou mais à direita quando não houver faixa destinada às motos. Se a faixa da direita já for reservada a ônibus, por exemplo, o motociclista poderá circular na primeira faixa à esquerda da que estiver reservada.

COMO É HOJE
As passagem das motos por entre os carros é permitida desde 1997. Naquele ano a proibição que vigorava no antigo Código de Trânsito foi revogada. A justificativa de então foi que proibir as motos de andarem nos corredores limitaria a agilidade de um veículo pensado justamente para tal.

Na estrada, as motos já devem respeitar as mesmas regras para carros. Andar no “corredor”, portanto, configura ultrapassagem pela direita. Trata-se de infração média, sujeita à multa de R$ 130,16 e quatro pontos no prontuário do motociclista.