Publicidade
Rataria
Processo de desratização continua na orla de Ponta Negra, em Natal
Trechos compreendidos entre as proximidades do Hotel Praiamar até o Morro do Careca terão pontos estratégicos para a iscagem (colocação de raticida)
Divulgação / SMS
Agentes da SMS fazem o processo na orla

Com a intenção de controlar, de modo eficaz, a população de roedores e, consequentemente, diminuir o risco de contaminação da leptospirose e de outras doenças transmitidas por esses roedores, os profissionais da Secretaria Municipal de Saúde seguem com segundo dia da desratização nesta sexta-feira, 11, das 8h às 14h, na orla de Ponta Negra, região administrativa do Distrito Sanitário Sul.

Os trechos compreendidos entre as proximidades do Hotel Praiamar até o Morro do Careca terão pontos estratégicos para a iscagem (colocação de raticida) e atividades educativas.

Com uma semana dessa ação, os técnicos retornam para a reiscagem, onde verifica-se o local para a retirada de animais mortos e colocação de mais iscas. Passado mais uma semana é realizada a limpeza da área pela Urbana. O total de área trabalhada será de 2.239 imóveis de Ponta Negra.

O supervisor de área, José Humberto Nascimento, solicita a população para a conscientização de manter a limpeza da praia. “Evitar o ambiente favorável aos  roedores, que é Água, Alimento, Acesso e Abrigo, que são os “As” que atraem os ratos. Se a praia estiver limpa, não haverá ratos.

Durante a desratização a equipe formada 30 profissionais, entre agentes de controle de endemias, técnicos do Centro de Controle de Zoonoses e da Unidade de saúde da Família (USF) de Ponta Negra estarão mobilizados a desratização e trabalho de conscientização abordando banhistas, moradores, trabalhadores e rede hoteleira de Ponta Negra.

Publicidade
Publicidade