Publicidade
Reconstrução
Prefeitura de Parnamirim vai reconstruir escola depredada e saqueada em 2016
Para preservar a segurança e integridade física de alunos e professores, a Prefeitura de Parnamirim teve que cancelar as aulas da unidade

O prefeito de Parnamirim, Rosano Taveira, assinou nesta segunda-feira, 13, a ordem de serviço para o início dos trabalhos de reconstrução da Escola Municipal Professor Limírio Cardoso D’Ávila.

A instituição de ensino ficou conhecida nacionalmente devido a um episódio ocorrido em 2016, quando vândalos depredaram a  estrutura física e saquearam os equipamentos do prédio.

A escola municipal, que fica no bairro de Bela Parnamirim, foi saqueada entre os dias 14 e 20 de julho de 2016. Mesas, cadeiras, armários, fios de cobre e até o portão foram roubados pelos criminosos, que também atearam fogo em livros didáticos e carteiras.

Na época, para preservar a segurança e integridade física de alunos e professores, a Prefeitura de Parnamirim teve que cancelar as aulas da unidade e transferir as ações para o Caic do bairro de  Rosa dos Ventos e outras escolas.

Nesse período, várias reuniões foram feitas, tentando encontrar uma solução para o impasse criado com a destruição da estrutura da escola. A Secretaria Municipal de Educação de Parnamirim realizou diversos trabalhos junto à comunidade para explicar a importância de um equipamento de educação funcionando. No entanto, somente quatro anos depois, a Prefeitura de Parnamirim lançou processo licitatório contemplando a obra.

Em agosto de 2017, a juíza Ilná Rosado Motta, da Vara da Infância e Juventude e do Idoso de Parnamirim, havia determinado a reconstrução da escola. À época, a magistrada determinou 60 dias para o início da obra, mas o Município acabou por recorrer da sentença.

De acordo com o secretário de Obras Públicas e Saneamento, João Albérico Júnior, o processo licitatório foi muito acirrado devido ao tamanho da obra e ao fato de Parnamirim estar adimplente com seus contratos. Após a assinatura do contrato, a empresa responsável pelo serviço  fica autorizada a iniciar os trabalhos de reconstrução da escola, que chegarão ao ápice com a colocação do equipamento de volta ao pleno funcionamento.  

“Estamos garantindo as condições para que a escola volte a funcionar, atendendo as famílias de Bela Parnamirim da melhor maneira possível. Nosso intuito é devolver o equipamento à população”, apontou o prefeito Rosano Taveira. Segundo a prefeitura de Parnamirim, a empresa executora da obra deve iniciar a obra já nos próximos dias.

Publicidade
Publicidade