Iniciativa
Prefeitura de Parnamirim inicia mutirão para manutenção da iluminação pública
Secretário Charles Quadros explica ainda que origem do contrato é de manutenção, portanto, neste primeiro momento, não haverá ampliação da rede de iluminação
Prefeitura de Parnamirim
Prefeitura de Parnamirim firmou, na manhã desta sexta-feira, 9, um contrato emergencial para a manutenção da iluminação

A Prefeitura de Parnamirim firmou, na manhã desta sexta-feira, 9, um contrato emergencial para a manutenção da iluminação pública do município. Ainda nesta sexta-feira, a secretaria vai iniciar um mutirão para atender as áreas mais críticas.

De acordo com o secretário Charles Quadros, os serviços de manutenção serão iniciados na área que compreende o Viaduto da Cohabinal, onde parte dos cabos de iluminação foram roubados. O trabalho consistirá na reposição desses cabos e na troca de lâmpadas.

A partir de segunda-feira, 12, os trabalhos serão intensificados nas outras áreas da cidade em que há maior demanda de reparos, como nos bairros de Nova Parnamirim e Jardim Aeroporto.

No entanto, o secretário explica que o cronograma de manutenção da iluminação não será realizado por bairros, mas sim por áreas consideradas cítricas, que são aquelas regiões em que há a maior quantidade de postes apagados.

“Estamos elencando quais são as maiores deficiências da cidade. Pode acontecer então de em um dia só a gente conseguir fazer três deficiências em três bairros diferentes”, explicou.

Os serviços contarão com seis equipes ao todo, cada uma delas com três profissionais. Elas trabalharão em horário comercial, no turno da manhã e no turno da tarde e se necessário estenderão os trabalhos também à noite.

O secretário Charles Quadros explica ainda que origem do contrato é de manutenção, portanto, neste primeiro momento, não haverá ampliação da rede de iluminação.

Ele esclarece ainda que uma licitação está em andamento na Secretaria Municipal de Obras Públicas (SEMOP) para que seja executada a expansão da rede. “O objeto do contrato é  para manutenção da rede já existente, por isso emergencial”, ratificou.