domingo, 23 de abril de 2017
Insatisfação
Sindicalista em Educação Pública critica atraso salarial e piso: “Pouco representativo”
Diante da crise, Fátima Cardoso disse que está 'correndo atrás de soluções, de negociação, para que esses salários estejam mais ou menos em dia',
1
Reprodução
Coordenadora do Sindicato dos Trabalhadores em Educação Pública, Fátima Cardoso

A coordenadora do Sindicato dos Trabalhadores em Educação Pública, Fátima Cardoso, falou, em entrevista ao ‘Agora RN Live’, produção do Portal Agora RN, sobre a conquista do piso salarial dos professores, com data-base prevista para janeiro de 2017.

Fátima afirmou que “é um salário pouco representativo em relação a outros salários”, mas ainda é um avanço.

Diante da crise, a sindicalista disse que está “correndo atrás de soluções, de negociação, para que esses salários estejam mais ou menos em dia”, se referindo ao atraso nos pagamentos daqueles profissionais que não estão na ativa.

Confira a entrevista com Fátima Cardoso na íntegra: