Publicidade
Trânsito
Novo semáforo da Salgado Filho começa a funcionar em até 15 dias
Segundo o engenheiro de trânsito Newton Filho, da STTU, o objetivo com a instalação do novo semáforo é permitir que pedestres atravessem a Salgado Filho com mais segurança
José Aldenir / Agora RN
Avenida Senador Salgado Filho

A avenida Salgado Filho vai ganhar um novo cruzamento com semáforo até o final deste mês. A interseção no tráfego acontecerá na altura da Igreja Universal do Reino de Deus, onde o canteiro central será aberto para permitir que motoristas que circulam pela rua Auris Coelho possam cruzar a via para acessar a Salgado Filho no sentido Centro-Zona Sul.

A abertura do canteiro central foi iniciada nesta terça-feira, 14. A previsão da Secretaria Municipal de Mobilidade Urbana (STTU) é que os serviços na pista sejam concluídos até esta quinta-feira, 16. Depois dessa etapa, a STTU vai aguardar apenas a ligação da energia elétrica para instalar o semáforo. Todo o processo deve ser finalizado em 15 dias.

Segundo o engenheiro de trânsito Newton Filho, da STTU, o objetivo com a instalação do novo semáforo é permitir que pedestres atravessem a Salgado Filho com mais segurança. “Nós entendemos que a passarela não tem funcionalidade no trecho urbano. Quando tem a passarela, as pessoas tendem a não usar. Acabam quebrando os canteiros para formar uma passagem por baixo”, afirmou, se referindo ao pouco uso da passarela sobre a via que existe na altura da Universal.

Na opinião do técnico da STTU, a melhor forma de permitir a travessia do pedestre é “em nível”, com a abertura de uma faixa na pista. “Dentro dos centros urbanos, isso tem se mostrado mais eficiente do que se tirar o pedestre do nível. Precisávamos dar uma solução ao trecho, porque o fluxo é intenso de pedestres na região”, acrescenta Newton Filho.

Newton Filho avalia que o novo semáforo não vai aumentar o congestionamento que se forma diariamente na região, principalmente nos horários de pico. Segundo ele, o equipamento a ser instalado no cruzamento com a rua Auris Coelho – que dá acesso também ao Hospital do Coração – terá funcionamento sincronizado com o que está instalado no cruzamento com a rua Amintas Barros, cerca de 300 metros dali.

“Não tem como formar uma retenção além da que já existe ali. Ainda que se forme, será uma retenção mínima comparado ao benefício que trará para o pedestre. E será uma experiência. Quando efetivamente começar a funcionar, vamos observar se precisa de algum ajuste”, salienta o técnico.

Com o novo cruzamento, apenas os motoristas que trafegam na Auris Coelho poderão cruzar a Salgado Filho para pegar a via no sentido BR-101. Isto é, não será permitido realizar a conversão à esquerda para os motoristas que já vierem no sentido Centro-Zona Sul.

De acordo com a STTU, o serviço está sendo realizado de modo que não haja conflito entre motoristas e pedestres na região. Segundo Newton Filho, os carros que vierem pela rua Auris Coelho para atravessar a avenida Salgado Filho não precisarão parar na faixa para que os pedestres terminem a travessia. “A gente considerou o tempo de travessia e o tempo de o carro se aproximar. E, mesmo que houver essa necessidade, o carro para e depois segue o caminho. É mais eficiente do que instalar dois semáforos. Vamos deslocar as faixas para permitir isso, inclusive em toda a extensão da Salgado Filho. Todas as faixas ficarão mais dentro da quadra, mais distantes do cruzamento”, frisou.

O garçom Edvaldo Miranda acredita que a instalação do semáforo irá melhorar a vida dos pedestres e também para os motoristas que trafegam pela Auris Coelho. “O importante é tomar medidas para evitar acidentes”, disse.

Para o engenheiro civil Luiz Rafael, é notório que existe um problema relacionado à segurança das pessoas. “Esse risco precisa acabar. As pessoas não vão até a passarela. Elas atravessam exatamente nesta altura da avenida Salgado Filho. A empresa que retirar a passarela ficará com ela, mas deu deserto na licitação”, explicou.

Para o funcionário público João Vítor, o bom da instalação do semáforo nesta região é que vai evitar acidentes. Para ele, a passarela é alvo de assaltos e o ponto de ônibus agora está longe dela porque no local de origem agora é um estacionamento de outra igreja evangélica. “Não tenha dúvidas de que vai melhorar”, destacou.

Já o contador Eduardo Oliveira discorda completamente de tudo. Ele explica que o tráfego ficará ainda mais lento e prevê um inferno no trânsito. “Vai ficar difícil nesta área da avenida Salgado Filho”, acrescentou.

Publicidade
Publicidade