Iniciativa
Médico faz campanha para geração de recursos para tratamento de queimaduras
Uma festa junina será realizada no dia 28 deste mês, no Boulevard Recepções, tendo como atrações as bandas Grafith, Uskaravelho e a cantora Rebekka Martins
José Aldenir/ Agora Imagens
Médico é chefe do Centro de Tratamento de Queimados do Hospital Monsenhor Walfredo Gurgel

O médico cirurgião plástico e chefe do Centro de Tratamento de Queimados do Hospital Monsenhor Walfredo Gurgel, doutor Marco Almeida, está em campanha contra os riscos de queimaduras neste período com festas juninas, quando a quantidade de acidentes aumenta devido ao uso excessivo de fogos de artifícios, além das tradicionais fogueiras.

Em entrevista ao Programa Cidade Agora, da 94FM, apresentado pelo jornalista Alex Viana, o médico Marco Almeida mostrou números para a sociedade ficar atenta. Apesar dos adultos serem as maiores vítimas, com 55% dos acidentes, nas crianças o sofrimento é muito maior. Para Marco Almeida, crianças jamais devem brincar com fogos e os pais ou responsáveis devem mantê-las afastadas da cozinha, que é o local da casa onde mais acontecem acidentes.

Como não há impedimentos paras as crianças comprarem fogos de artifícios, a atenção deve ser redobrada pelos responsáveis. “O ideal seria que só mexesse com fogos quem fosse instruído, mas na prática isso não ocorre. O problema é que depois da mutilação não tem jeito, não adianta reclamar”, lamenta Marco Almeida. Nas festas juninas, o número de pessoas vítimas de queimaduras eleva-se entre 20% e 30%. O temor maior este ano é que o período junino vem junto com a Copa da Fifa.

Para evitar acidentes, o médico Marco Almeida dá algumas dicas: não fazer fogueiras muito altas, não queimar nada embaixo das fiações elétricas das ruas e evitar a proximidade das fogueiras. “Por ser um perigo constante, o ideal era que houvesse uma legislação rígida e punitiva. No Centro de Tratamento de Queimados, a recuperação é difícil e dolorosa. Muitas vezes temos que fazer diversas cirurgias. É um assunto sério, com consequências trágicas porque as sequelas duram por toda a vida”, enfoca Marco Almeida.

Com a finalidade de angariar recursos para o tratamento de vítimas de queimaduras no Hospital Walfredo Gurgel, a equipe do Centro de Tratamento de Queimados (CTQ) promoverá, no dia 28 deste mês, uma grande festa no Boulevard Recepções, a partir das 20 horas. A festa terá como a atração as bandas Grafith, Uskaravelho e a cantora Rebekka Martins. Toda a renda será revertida para o tratamento das vítimas de queimaduras. No quesito consumo durante a festa, metade do que será arrecadado terá como destino as vítimas por queimaduras. Os ingressos, que custam R$ 35, podem ser vendidos no próprio CTQ do hospital, além da Originale Gelateria (Natal Shopping), Clínica Wellness e Clínica Marco Almeida. Mesas para quatro pessoas custarão R$ 200.