sexta,
Destaque
Hospital da Zona Norte de Natal é referência no cuidado ao bebê prematuro
Hospital José Pedro Bezerra, o Santa Catarina, é uma das unidades públicas a oferecer serviço de excelência no cuidado com recém-nascido prematuro
José Aldenir/ Agora Imagens
Hospital José Pedro Bezerra, mais conhecido como Santa Catarina

O Dia Mundial da Prematuridade é comemorado em 17 de novembro. Segundo o inquérito nacional sobre partos e nascimentos, feito pela Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz) e divulgado em dezembro de 2016, a taxa de prematuridade no Brasil é de 11,5%, quase duas vezes superior à observada nos países europeus.

No Rio Grande do Norte o Hospital José Pedro Bezerra, o Santa Catarina, localizado na zona norte de Natal, é uma das unidades públicas a oferecer um serviço de excelência no cuidado com o recém-nascido prematuro.

A Unidade de Terapia Intensiva Neonatal (UTIN) possui 32 leitos, sendo 70% ocupados por recém-nascidos prematuros. Os leitos são divididos entre Alto risco e Ucinca (Unidade de Cuidados Intermediários – Unidade Canguru – 2ª etapa). De janeiro a maio de 2017 foram internados 526 recém nascidos por mês na UTIN Alto Risco. Esses bebês recebem os cuidados de uma equipe multidisciplinar. São médicos, enfermeiros, técnicos em enfermagem, fisioterapeutas, fonoaudiólogos, nutricionistas, todos envolvidos no binômio mãe-bebê.

O hospital disponibiliza ainda a Casa da Mãe Cidadã, que funciona num espaço próximo aos leitos de UTI Neonatal, onde as mães moram até que seus filhos se recuperem e possam ir pra casa. Além de todos os cuidados, o Método Canguru é incentivado a todos os bebês, porém com mais ênfase aos de baixo peso. Dentre as vantagens do método está a progressão de peso, adequação de temperatura corporal, redução de tempo hospitalar, principalmente na UTIN, e assim reduzindo risco de infecção hospitalar, aceleração do desenvolvimento neuro-psicomotor, além do estreitamento de laços afetivos entre mãe, pai e bebê e demais entes da família.

Para qualificar ainda mais os profissionais, acontece dia 16 de novembro, das 8h às 17h, no auditório do HJPB, a I Jornada do Prematuro, direcionada a todos os profissionais envolvidos na assistência a mães e bebês. No evento estarão presentes especialistas de áreas como neonatologia, ginecologia e obstetrícia, enfermagem, nutrição e psicologia. Entre os temas a serem discutidos estão a UTIN, método Canguru e o tema principal, a prematuridade.

Dia Mundial do Prematuro

Os bebês prematuros podem ser classificados de acordo com a idade gestacional ao nascer, sendo o prematuro limítrofe aquele nascido entre 37 e 38 semanas; moderado nascido entre 31 e 36 semanas e prematuro extremo aquele nascido entre 24 e 30 semanas de idade gestacional. Quanto ao peso de nascimento, denomina-se os bebês com menos de 2kg como baixo peso, muito baixo peso os com menos de 1,5kg e extremo baixo peso aqueles com peso menor que 1kg.