sábado, 27 de maio de 2017
Intervenção
Com Prefeitura de Natal sem orçamento, Governo do Estado vai revitalizar praças em Natal
Intenção do governo é reformar 13 praças do poligonal histórico das quais quatro foram visitadas pela reportagem recentemente; obras devem começar já na próxima semana
praça padre joão maria
José Aldenir / Agora Imagens
Calçada da Praça Padre João Maria, no Alecrim

Em que pese cuidar das praças ser uma atribuição da Prefeitura, o Governo do Rio Grande do Norte pretende revitalizar as praças do centro histórico de Natal. Reportagem do Agora Jornal mostrou a realidade da estrutura defasada e precária das praças Padre João Maria; André de Albuquerque; João Tibúrcio e Sete de Setembro. Os natalenses e turistas, contudo, poderão usufruir de melhorias e reformas nos locais dentro de muito breve.

De acordo com Jader Torres, secretário estadual de Infraestrutura, a pasta trabalha em um projeto que trata da reforma de 13 praças, sendo que destas, sete encontram-se dentro da área tombada do poligonal do centro histórico e seis dentro da área de entorno. São elas, respectivamente: Praça André de Albuquerque e Parada Metropolita, Praça Padre João Maria, Praça 7 de Setembro, Praça Dom Vital, Praça das Mães, Praça Augusto Severo e Largo do Memorial Câmara Cascudo; e Praça Santa Cruz da Bica, Praça Djalma Maranhão, Praça do Estudante, Praça José da Penha, Praça João Tibúrcio. E a praça da Avenida Walfredo Gurgel.

O governador Robinson Faria (PSD) e a Secretaria de Infraestrutura (Sin) planejam utilizar o orçamento de R$ 9 milhões, conseguidos com recursos do governo federal, para realizar todo o projeto. Além disso, o estado também conta com a parceria em convênio via Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan) com a Caixa Econômica Federal através de um termo de compromisso. Ainda de acordo com Jader Torres, as obras do projeto começarão já na próxima segunda-feira 22, atendendo, de imediato, a Praça do Estudante, onde fica atualmente o estacionamento da Secretaria Municipal de Tributação. A previsão é de que todas revitalizações sejam concluídas em um prazo de 14 meses.

“Essas revitalizações têm como objetivo preservar a identidade histórica cultural dos espaços públicos. Assim os sítios históricos da nossa cidade passam a ser trabalhados como elementos conjunto e não individuais, por meio da conservação integrada. Vamos recuperar o nosso acervo histórico e cultural ofertando aos nossos cidadãos e turistas espaços de história e lazer”, declarou o secretário Jader Torres, em entrevista concedida ao Agora Jornal.

A Secretaria de Turismo do Rio Grande do Norte informou que a ordem de serviço das obras foi concedida e que o processo estava na Controladoria-Geral do Estado, aguardando parecer favorável para as obras começarem. O titular da pasta, Ruy Gaspar, confirmou à reportagem o sucesso no processo de licitação para a revitalização da Praça do Estudante.

Prefeitura de Natal admite não ter orçamento para recuperação das praças
O Agora Jornal também procurou a prefeitura de Natal para conhecer a parcela de contribuição dada pela Secretaria de Serviços Urbanos (Semsur) na melhoria das praças do centro histórico de Natal. O secretário Jerônimo Melo explicou que o trabalho da Semsur é cuidar da manutenção desses locais no tocante à iluminação e limpeza. Melo, contudo, admitiu que o governo municipal não tem recursos para ajudar na recuperação das praças.

“Existem processos de manutenção e restauração, mas com a crise financeira não podemos muito nos comprometer com recuperação e melhoria. A manutenção é o que estamos tentando equacionar com esse mutirão para deixar o que pelo menos já existe em boas condições. Claro que existe situações emergenciais que vamos recuperar, sim”, disse.

A saída encontrada pela Semsur é realizar, em colaboração com a Urbana, um mutirão de limpeza e manutenção que planeja, desde março, trabalhar em 280 praças de Natal nas quatro regiões administrativas da cidade. “Esperamos que até o fim do ano a gente vá realizando isso”, contou Jerônimo Melo. As ações contemplarão também o novo paisagismo das praças, nivelamento e pintura de meios-fios, melhorias na iluminação pública e poda de árvores.