Publicidade
Prevenção
Bombeiros já atenderam 216 ocorrências de árvores em perigo na Grande Natal
“Com as chuvas é natural que árvores velhas, mortas ou podres ofereçam perigo nas mais diversas áreas', disse um comandante dos Bombeiros
Divulgação / Assessoria

Somente nos primeiros seis meses deste ano, o Corpo de Bombeiros Militar do Rio Grande do Norte (CBMRN) atendeu 216 ocorrências envolvendo árvores oferecendo perigo em Natal, região metropolitana e municípios circunvizinhos.

“Com as chuvas é natural que árvores velhas, mortas ou podres ofereçam perigo nas mais diversas áreas, seja pelo risco de cair em bens ou mesmo em pessoas”, disse o capitão Rafael Barreto, comandante do SIDAM.

Ainda segundo ele, no entanto é preciso que a população compreenda que o CBMRN só atende ocorrências em que realmente a árvore ofereça um perigo iminente. Caso contrário a prefeitura municipal deve ser acionada.

“Quando existe o chamado despachamos uma equipe para avaliar e posteriormente fazer o corte, se for necessário. Se a árvore já estiver caída, obstruindo vias e causando riscos a integridade física de pessoas, os bombeiros eliminam o risco, ficando, nos dois casos, a responsabilidade da limpeza do local pelo órgão municipal competente.

Publicidade
Publicidade