Publicidade
Novidade
Árvore de Mirassol e Natal Original serão inseridas no roteiro turístico da capital
Local reúne cerca de 200 artesãos potiguares e funciona de maneira fixa, na área da Árvore de Mirassol
José Aldenir / Agora RN
Praça deixará de ser usada sazonalmente, apenas no período natalino e das festas de fim de ano

Oferecer ao turista uma nova opção para interação com a arte e a cultura genuinamente potiguar, além de incentivar a economia local, favorecendo os artesãos natalenses. Com esse objetivo, a Prefeitura do Natal dará início ao processo de inclusão da Árvore de Mirassol com a loja de artesanato “Natal Original’ nos roteiros turísticos da capital potiguar, além de realizar uma série de intervenções para potencialização da área como destino dos que visitam a cidade e natalenses.

“A nossa preocupação, junto com os operadores de turismo receptivo, é exatamente provocar o interesse na recuperação e restauração da loja Natal Original naquela área, não só com o artesanato, mas criando uma estrutura para a área de gastronomia, com comidas típicas da cidade e do Estado Rio Grande do Norte. A gente entende que é importante ter mais um ponto de apoio para que os turistas possam conhecer a nossa cidade, naquilo que ela tem de melhor, que é o artesanato e a gastronomia”, explica o secretário municipal de Turismo, Fernando Fernandes, cuja pasta é responsável pelo projeto.

O local reúne cerca de 200 artesãos potiguares e funciona de maneira fixa, na área da Árvore de Mirassol. São comercializados produtos como bijuterias, almofadas personalizadas, cadernos feitos à mão e bonecas de pano. “É importante destacar que esse é um investimento na economia criativa da nossa cidade, onde você faz com que as pessoas que desenvolvem o artesanato mostrem suas habilidades, seus produtos e o pessoal da gastronomia a mesma coisa. Como temos uma área extremamente bem localizada, no corredor da avenida Engenheiro Roberto Freire, na saída dos hotéis, com estacionamento e fácil acesso, estamos trabalhando junto com a Secretaria de Trabalho e Assistência Social (Semtas) e a Secretaria de Obras (Semov), para que a gente transforme a Árvore de Mirassol. Com isso, o local passará a ter uma utilização constante, não só pelos turistas como para os moradores da cidade”, aponta Fernando Fernandes.

De acordo com o secretário, com as intervenções, a praça deixará de ser usada sazonalmente, apenas no período natalino e das festas de fim de ano, passando a ter uma programação fixa. “Já existe um estudo sendo elaborado, atendendo ao pedido do prefeito Álvaro Dias e da Semtas, para que a árvore seja temática e usada assim o ano inteiro”, revela o secretário.

Publicidade
Publicidade