Nova gasolina promete limpar motor e melhorar consumo e acelerações

Muito se fala que a nossa gasolina é ruim, cheia de impurezas e sem contar quando ela é adulterada. A qualidade duvidosa influencia diretamente no desempenho e no consumo do veículo.

Os danos podem ser ainda maiores nos motores que seguem a receita downsizing, de dimensões menores e mais econômicos e potentes. Eles trabalham próximo do limite, com pouca folga entre os componentes internos e, em alguns casos, com uma taxa de compressão mais alta.

O resultado são temperaturas elevadas no funcionamento e formação de resíduos, o que exigem uma lubrificação mais eficiente. De olho neste problema, a Shell desenvolveu uma gasolina que promete prevenir e até eliminar esse tipo de risco.

A distribuidora mundial de combustível lança em 26 países no mundo, incluindo o Brasil, a nova geração da aditivada V-Power Nitro+, que agora passa a se chamar apenas V-Power.

Segundo a Raízen, empresa licenciada da Shell no mercado brasileiro, o combustível traz a tecnologia Dynaflex que é capaz de remover já após o primeiro abastecimento 80% das sujeiras depositadas nos bicos injetores.

Além disso, a nova formulação traz 40% a mais de moléculas de limpeza e maior capacidade de redução no atrito das partes internas. Isso se traduz em respostas mais rápidas nas acelerações, deixando o carro mais esperto e reduzindo o consumo.

A solução é empregada pela Ferrari na Fórmula 1 desde 2014 e agora trazida para as ruas – a Shell mantém uma parceria de mais de 60 anos com a escuderia italiana. De lá para cá, o monoposto de pista teve 23% de ganho na performance e a redução de meio segundo no tempo de volta nos carros pilotado por Sebastian Vettel e Kimi Raikkonen.

A Shell, porém, não divulgou estimativas de ganhos de aceleração e consumo nos carros de passeio no país. “Elas variam muito e dependem de alguns fatores, como o modelo do veículo, estilo de condução, condições da via da topografia”, ressalta Eduardo Wantuil, diretor de marketing da Raízen.

No entanto, ele afirma que nova formulação ajuda a reduzir o consumo e as emissões de poluentes, além de proteger componentes do motor, elevando a vida útil e diminuindo custos de manutenção.

 

A nova V-Power pode ser usada em todos os tipos de carros, especialmente os equipados com motores menores, como os de três cilindros, os turbinados e com injeção direta de combustível. Também é indicado para propulsores submetidos a sobrecargas, como é o caso de SUVs e picapes.

De acordo com a Raízen, ela ainda traz benefícios para os motores de carros mais antigos e também para motocicletas e barcos, dado seu poder de limpeza que extrai o melhor rendimento do motor, contribuindo para sua durabilidade.

Cinco anos de pesquisa

Os avanços apresentados pela nova gasolina foram obtidos após cinco anos de pesquisas envolvendo mais de 170 técnicos e cientistas.

A formulação foi pensada para atender também motores flex e movidos com a gasolina brasileira, que tem até 27% de etanol em sua composição, na Europa são somente 5%. Três modelos bicombustíveis brasileiros foram submetidos aos testes na Alemanha.

“Este é o mais importante marco no desenvolvimento de tecnologia em nossas formulações de combustíveis dos últimos 20 anos, que proporciona a nossa melhor gasolina Shell V-Power de todos os tempos”, afirma Eduardo Wantuil, diretor de Marketing da Raízen.

 

 

Fonte: Gazeta do Povo

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *