Notas
Coluna do Agora Pipa: 2020 em pauta
Sucessão municipal já é assunto nas rodas de conversas políticas em Tibau do Sul; município tem uma tradição recente de não reeleger prefeitos
José Aldenir / Agora Imagens
Há dois candidatos naturais: o prefeito Modesto Rodrigues, que pode tentar um novo mandato, e o ex-prefeito Valdenício

A sucessão municipal já é assunto nas rodas de conversas políticas em Tibau do Sul. O município tem uma tradição recente de não reeleger prefeitos. O último que conseguiu a “façanha” foi Valmir Costa, em 2004. De lá para cá, três eleições, com três prefeitos diferentes eleitos. Atualmente, há dois candidatos naturais: o prefeito Modesto Rodrigues, que pode tentar um novo mandato, e o ex-prefeito Valdenício. Há, contudo, a possibilidade de um terceiro nome entrar na disputa. Outro ex-prefeito, Nilsinho pode entrar na briga caso obtenha na Justiça a liberação para ser candidato. Por enquanto, ele segue inelegível. Além de Nilsinho, outros nomes são estudados pelos grupos políticos de Tibau do Sul para disputar as próximas eleições municipais. Até agora, além dos ex-prefeitos, são avaliados apenas nomes que já têm atuação no município há um tempo, ou seja, história política.

> Atualidade. Sobre 2018, Modesto Rodrigues ainda não anunciou quem irá apoiar nas próximas eleições estaduais, mas a expectativa é que o prefeito confirme voto em Robinson Faria para governador. Para o Senado, a tendência é que o gestor municipal declare apoio nos nomes que Robinson Faria apresentar em sua chapa. Vale lembrar, Modesto é do PSD – partido presidido no estado pelo governador.

>> Previsível. Para deputado estadual, o voto do grupo político do prefeito deverá ir para Dison Lisboa, parlamentar com forte atuação na região. Para federal, o preferido é Fábio Faria.

>> Páreo duro. Analistas políticos do município preveem que, independentemente dos candidatos que escolher, o prefeito Modesto terá dificuldade para formar maioria de votos na cidade. Isso porque seu desgaste político é muito grande no município.

>> Vem logo. Empresários da região de Pipa estão ansiosos pela chegada do mês de setembro, quando normalmente as vendas melhoram em todas as áreas. Daí em diante são oito meses de boa movimentação no distrito. A alta temporada só termina com a Páscoa, lá para o mês de abril.
>> Sem má fase. Os mesmos empresários que aguardam com expectativa a alta temporada ponderam, contudo, que não tem fase ruim em Pipa, ou mesmo “baixa temporada”. “Há, no máximo, uma média temporada por aqui”, registra um hoteleiro para a coluna.

>> Produtividade. A presidente da Câmara de Tibau do Sul, Célia Carneiro, avalia como positivo o primeiro semestre de atividades na casa legislativa. Entre as ações mais importantes, ela destaca a realização de audiências públicas para debater três assuntos delicados no município: o fechamento do Chapadão, o serviço de transporte oferecido por vans e a ocupação irregular nas praias.

>> Participação. Essa última audiência foi promovida na Câmara por iniciativa do Ministério Público Federal, pelo fato de a orla se tratar de uma área pertencente à União. Na oportunidade, mais de 150 pessoas participaram do debate, que contou com representantes de diversos órgãos.

>> Pelo menos isso. Após a situação de desordem do lixão do Munim ter sido denunciada pela população, por vereadores e até pela imprensa a nível estadual, a Prefeitura de Tibau do Sul determinou providências no local. Uma limpeza foi feita, e os resíduos foram cobertos em parte. O reparo, contudo, foi improvisado.

>> Saneamento. Tibau do Sul está elaborando o Plano Municipal de Saneamento Básico. O documento, que está em fase de finalização na prefeitura, trará políticas a serem adotadas nos próximos anos nas áreas de armazenamento de resíduos sólidos, abastecimento de água e tratamento de esgotos. A expectativa é que o plano norteie melhor a ação do poder público nessas áreas.

>> Próximo passo. Depois de finalizado na prefeitura, o plano vai à apreciação da Câmara Municipal, que poderá fazer alterações no texto final.

>> Baixo quórum. Antes de elaborar o plano em si, a Prefeitura de Tibau do Sul realizou eventos nas comunidades para ouvir as demandas da população. A adesão, contudo, foi muito baixa e as reuniões foram esvaziadas. “Infelizmente, em momentos super importantes como esse, a gente vê que a população não participa”, lamenta a vereadora Célia Carneiro, presidente da Câmara e que está atenta aos debates.

>> Surfe. A praia do Madeiro recebeu no último final de semana o “Pipa Longbrothers”, um dos maiores festivais culturais de surfe da região Nordeste. Atletas do mais alto nível da comunidade dos pranchões participaram da competição, entre eles campeões brasileiros do esporte e os atuais líderes do Circuito Brasileiro de Longboard.